GT avalia metodologias para incorporar atributos de sustentabilidade na gestão de fornecedores

Projeto ISCV dá continuidade às atividades do Grupo de Trabalho sobre Gestão de Fornecedores, que pretende elaborar um conjunto de elementos para inclusão de critérios de sustentabilidade nas compras corporativas 13/05/2014
COMPARTILHE

Milene Fukuda

O projeto Inovação e Sustentabilidade na Cadeia de Valor (ISCV) realizou no dia 16 de abril o primeiro encontro do grupo de trabalho (GT) para gestão de fornecedores em 2014. O encontro deu continuidade às atividades realizadas em 2013 com o propósito de desenvolver ferramentas que facilitem a inclusão de atributos de sustentabilidade nas compras corporativas, de forma a induzir a cadeia de valor das empresas para práticas mais sustentáveis. O GT conta com o apoio da equipe de pesquisadores do programa Consumo Sustentável do GVces.

Consolidar os conhecimentos desenvolvidos em 2012 e 2013 promovendo a aplicação prática por parte das empresas participantes é um dos objetivos para esse ano, com a novidade de incorporar também tendências e normas internacionais nesse processo. Propor caminhos que aumentem o engajamento das empresas, avançando na construção de Mensuração, Relato e Verificação (MRV) como mecanismos indutores da sustentabilidade em compras também estão listados como objetivos desse ciclo 2014.

 

 

No primeiro GT, foram apresentadas às empresas algumas referências internacionais e tendências na sustentabilidade em compras, dentre elas uma pesquisa realizada pela HEC, escola de negócios de Paris, sobre práticas de sustentabilidade em compras com 133 grandes empresas multinacionais em 24 países. Outra referência foi a construção da norma ISO Compras Sustentáveis, liderado pela AFNOR (França) e ABNT (Brasil), cujo processo de elaboração foi iniciado em 2013 e está sendo acompanhado em grupos de trabalho da ABNT pela pesquisadora Gabriela Alem, do GVces.

A ISO de Compras Sustentáveis pretende criar princípios e orientações para compras com atributos de sustentabilidade de qualquer organização, independentemente do tamanho ou atividade, bem como para as cadeias de valor impactadas por processos de aquisição. “A participação do GVces na Comissão Especial de Estudos sobre Compras Sustentáveis (ABNT/CEE 277) visa contribuir tecnicamente com o debate sobre as sinergias entre compras públicas e empresarias, abordagem do ciclo de vida, atributos de sustentabilidade, gestão de fornecedores e, mais ainda, deverá facilitar a conexão deste debate com as empresas participantes do GT – e outros parceiros – a fim de buscar caminhos para sua futura implementação”, explica Alem.

 

 

Durante o encontro, as empresas foram convidadas a analisar, por meio de perguntas norteadoras, o modelo de gestão e relacionamento com fornecedores proposto pela equipe GVCes, levando em consideração os respectivos contextos empresariais, juntamente com as tendências internacionais apresentadas.

Os próximos encontros estão agendados para o segundo semestre, e resultarão em publicação de um paper a fim de disseminar conhecimentos e boas práticas realizadas pelo grupo de empresas participantes. Como próximo passo, elas deverão responder a um questionário elaborado a partir do conjunto de critérios e indicadores para compras sustentáveis criado nos GTs do ciclo 2013, cujo intuito é acompanhar a evolução do grupo e aprofundar a análise por um processo de reflexão.

Fotos: Felipe Frezza